Catarata

A catarata é a opacificação do cristalino, que é a lente natural dos nossos olhos para focalizar a luz na retina, onde se formam as imagens.

    Ela surge por um processo de envelhecimento natural das células do cristalino e costuma causar sintomas como embaçamento lento e progressivo da visão na maioria das vezes após os 60 anos. 

    Alguns fatores de risco que aceleram o desenvolvimento da catarata são tabagismo, consumo de álcool, radiação ultravioleta e medicações como corticoide. Algumas doenças também estão associadas à um risco aumentado, como Diabetes Mellitus, Dermatite Atópica e Distrofia Miotônica. Além de outras causas como trauma, inflamações crônicas e infecções oculares e inclusive pode estar presente ao nascimento (congênita) por alterações genéticas ou na gestação.

 

Olho normal x Olho com Catarata

 

Tratamento

O único tratamento da catarata é cirúrgico, indicado quando é clinicamente significativa, interferindo na qualidade e hábitos de vida do paciente. Portanto essa indicação varia de acordo com o paciente e o tipo e grau de catarata presente.

    A cirurgia atualmente realizada chama-se Facoemulsificação. Inicialmente dilata-se a pupila para ter acesso à catarata. Então é feita uma microincisão na periferia da córnea - 2.2 ou 2.4mm - que normalmente é fechada sem pontos, e é introduzida uma caneta que vai quebrar e aspirar toda a catarata. Por fim introduzimos uma lente intraocular dobrável pela microincisão que se abre dentro do olho e substitui o cristalino doente.

    Essa cirurgia costuma ser feita com anestesia tópica (colírio) e sedação leve apenas para tranquilizar o paciente e dura, em média, 15 minutos. Não é necessário internamento e pode ir para casa após o procedimento. Colírios antibióticos e anti-inflamatórios são prescritos por algumas semanas após a cirurgia.

 

Passos na Cirurgia de Facoemulsificação

1- Dilatação da pupila
2- Quebra e aspiração da catarata
3- Implante da lente intraocular dobrável
4- Lente posicionada corretamente

 

Lentes Intraoculares

As lentes intraoculares são um capítulo a parte na cirurgia de catarata. Existem inúmeros modelos com materiais, desenhos e formatos diferentes.

    Com toda a tecnologia disponível atualmente podemos corrigir os mais variados graus escolhendo adequadamente a lente melhor indicada para cada paciente. Hoje conseguimos corrigir a miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia com essas lentes.

    A precisão da correção desse grau depende, dentre outros fatores, principalmente da qualidade dos exames pré-operatórios, da saúde ocular - sem doenças ativas ou problemas como olho seco e técnica cirúrgica empregada. Casos de olhos já operados por cirurgias refrativa a laser ou as mais antigas por incisões corneanas tem uma precisão menor de grau final do que olhos virgens de tratamento.

 
LIO.jpg
 

Veja esse vídeo e entenda melhor!

 

(41) 3343-3522 / (41) 99842-1502 (WhatsApp)

©2019 by Clínica Vieira.